Vamos falar de estilo? Parte 1 – Detox no armário

Estou numa fase em que estou tentando ser mais fiel ao meu estilo. Tô ficando mais velha e mais chata, sabe? Não quero mais vestir aquilo que não me faz feliz. Só quero usar roupas que me deixem confortável e confiante. Sabem como é isso? Já faz um tempo que vinha olhando meu guarda-roupa e pensando: estas coisas não têm nada a ver comigo, o que elas estão fazendo aí, ocupando o meu espaço?

Acontece que eu sempre ganhei muitas coisas, principalmente da minha mãe, que adora uma liquidação e sai por aí comprando roupas pra todo mundo. Aí, eu ganhava muitas coisas que não tinham a ver comigo e usava, porque né?  Dava dó de pensar que aquele dinheiro seria perdido. Mas aos poucos eu fui me entendendo com “mamis” e devolvendo pra ela coisas que me dava e que eu não gostava ou que não ficavam boas em mim. E, com muito carinho envolvido, acho que ela foi entendendo. Hoje, quando ela me traz alguma coisa ela já diz logo: “Filha vê se você quer, senão dou pra outra pessoa”.

Então, ao resolver esta questão com minha mãe, parti pra outra etapa: desentulhar do armário as coisas que já estavam lá e que não tinham nada a ver comigo. Tirei horrores de coisas e doei, havia várias peças com etiqueta ainda. E nossa! Isso foi mesmo ótimo. Dá um medinho de certas coisas fazerem falta, por isso fui tirando as peças aos poucos. Esta etapa foi realizada em vários capítulos. Hoje eu tenho mais espaço e isso é mesmo ótimo, eu até consigo movimentar os cabides, o que era praticamente impossível tempos atrás. Viva o desapego!

DSC_0286

Algumas coisas que doei até me agradavam aos olhos, eram bonitas, mas eu não usava nunca. Isso porque algum detalhe nelas era completamente contrário ao meu estilo. Me desfiz de tudo o que era tomara-que-caia, por exemplo, isso porque apesar de eu achar aquelas roupas bonitas elas não eram suficientemente confortáveis pra eu usá-las. Eram lindas, mas não tinham a ver comigo, sabe como é? O fato é que não gosto de ficar me preocupando em não deixar coisas demais aparecerem. Então evito coisas muito justas, curtas e decotadas. Esse é meu jeito e resolvi me aceitar assim.

Hoje eu sinto que estou me conhecendo e me aceitando melhor no que diz respeito a me vestir e quero continuar assim. Aprendi coisas bem legais desde que comecei a me preocupar mais com aquilo que eu visto. Percebi que é bom demais só vestir coisas que me fazem bem e que estilo cada um tem o seu. Aquilo que me agrada pode te causar pavor e aquilo que você gosta pode me parecer estranho. Mas é assim mesmo, ainda bem que cada um gosta de uma coisa diferente, né? Seria meio sem graça se todas as mulheres usassem vestido florido todos os dias, não seria?

Vamos continuar conversando sobre estilo no próximo post? Não percam, tá? Vou falar o que aprendi sobre estilo ao fazer detox no armário.

Ná Blézins

Anúncios

2 comentários sobre “Vamos falar de estilo? Parte 1 – Detox no armário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s