Diário de compras e desfazimentos – Setembro 2016

vasinho

Compras:

– 1 vasinho para o abacaxizinho lindo que ganhei;
– Pedrinhas brancas para enfeitar meus vazinhos de plantas.

É isso! Rs! Em Setembro só teve compras. Nada de desfazimentos! É que já me desfiz de muitas coisas e sinto que daqui pra frente será cada vez mais difícil selecionar coisas para me desfazer. Ainda tenho itens que não uso muito, às vezes chego a separar coisas pra me desfazer e depois guardo de novo, porque tenho medo de precisar delas. Mas eu não fiquei chateada por não ter reduzido o número de itens em casa em Setembro, porque pra mim o objetivo de alcançar uma vida mais simples não é sair me desfazendo de tudo o que vejo pela frente e sim me desfazer daquilo que realmente não é útil e tomar cuidado pra não acumular coisas inúteis novamente!

abacaxizinho
Olha o abacaxizinho antes de plantar gente, que fofura!

Diário de compras e desfazimentos – Agosto 2016

Desfazimentos:

– 1 bolsa pequena;
– 1 calça jeans;
– 1 cachecol;
– 1 maiô;
– 3 vestidos;
– 2 casacos;
– 6 blusinhas;
– 6 pares de meias;
– 1 blusa;
– 2 jaquetas;
– 1 camiseta;
– Algumas lingeries.

Compras:

– 1 cardigan;
– 1 calça;
– 2 blusinhas;

O cardigan estava em promoção e não resisti, porque é laranja e eu amo cardigãs. Já a calça e as blusinhas eu comprei para usar no trabalho, estava precisando mesmo.

Resultado: Uma meta por semana – Agosto 2016

Semana 1: Fiz destralhe nas minhas lingeries, nas minhas meias e na papelada aqui de casa. Fiz artesanato (uma fraldinha para meu priminho recém-nascido);

Semana 2: Consertei uma blusinha e iniciei meu curso de modelista de roupas;

Semana 3: Enviei (quer dizer, o marido enviou, mas fui eu que ajeitei tudo) pelo Correio cabelos que ganhei para doar;

Semana 4: Costurei uma saia de tnt para meu curso (só pra testar se fiz o molde corretamente).

E este foi o último resultado do desafio.

Estou parando o desafio aqui por dois motivos: Acredito que hoje ele não se encaixa mais na minha rotina. Comecei um curso que exige bastante do meu tempo, sem contar o tempo da viagem e as tarefas que trago para casa, então, o meu tempo (que eu já achava curto) ficou ainda mais apertado. O segundo motivo é que já realizei muitas tarefas que estavam por fazer e creio que o desafio já cumpriu o seu papel principal: me ensinar a evitar o acúmulo de tarefas.

Se você também tem um montão de coisas por fazer e nem sabe por onde começar, recomendo fortemente que tente este desafio.